header top bar

section content

Homem mata cunhado na frente da mulher por suspeitar que vítima deu medicamento para irmã abortar

Suspeito chegou a filmar parte do crime

Por G1 CE

21/05/2019 às 10h56

O corpo da vítima apresentava diversas marcas de perfurações à bala, segundo a polícia.

Um homem matou o cunhado a tiros no Bairro Messejana, em Fortaleza, após suspeitar que a vítima teria dado uma medicação para a irmã abortar. O crime aconteceu na noite desta segunda-feira (20), na Rua Coletor Antônio Gadelha.

De acordo com a Polícia Militar, Victor Vasconcelos da Costa, 24, invadiu a casa de Samuel Gomes da Silva, 26, e atirou diversas vezes contra ele. Samuel tentou fugir, mas foi atingido na cabeça e nas costas. A esposa de Samuel, que está grávida, presenciou o momento do crime. Ela não ficou ferida.

Após os disparos, Victor fugiu do local, mas foi abordado por uma viatura que passava nas proximidades. O revólver usado na ação foi apreendido e o suspeito foi preso e encaminhado para o 30º Distrito Policial, no Conjunto São Cristóvão.

Em depoimento, Victor afirmou que há oito meses a esposa estava grávida e, aos quatro meses de gestação, tomou algo dado por Samuel que a levou a abortar. Após esse fato, o suspeito e o cunhado passaram a se desentender. A polícia não soube dizer se a suposta medicação foi tomada com ou sem o consentimento da mulher.

Segundo a polícia, o suspeito chegou a filmar o momento em que invadiu a casa e o início do crime. As imagens serão usadas nas investigações.

Fonte: G1 CE - https://g1.globo.com/ce/ceara/noticia/2019/05/21/homem-e-morto-a-tiros-em-fortaleza-apos-cunhado-suspeitar-que-ele-deu-remedio-para-irma-abortar.ghtml

Recomendado para você pelo google

SUCESSO

VÍDEO: Mensagem Empresarial mostra história de um dos maiores empresários e empreendedores de Cajazeiras

EMOCIONANTE

VÍDEO:Em documentário especial, Xeque Mate mostra realidade de famílias que moram no Lixão de Cajazeiras

ENTRE PÚBLICO E PRIVADO

VÍDEO: Empresário revela que quase foi candidato a prefeito de Cajazeiras e explica por que recusou

VÍDEO

Sindicatos batem martelo e definem novo salário dos comerciários de Cajazeiras para 2019-2020