header top bar

section content

Dono de restaurante que matou amigo em Crato é preso por manter laboratório de drogas em sua residência

O acusado havia passado por audiência de custódia e tinha sido liberado para responder pelo crime de homicídio em liberdade. Agora, foi novamente preso e autuado em flagrante por tráfico de drogas.

Por Luiz Adriano

07/01/2021 às 11h47 • atualizado em 07/01/2021 às 11h51

No prédio, a Polícia Civil apreendeu 600 gramas de maconha dividido em 28 pacotes, uma estufa, balanças de precisão, maquinetas, além de apetrechos para embalagem dos entorpecentes (Foto:: Divulgação/PCCE)

A Polícia Civil do Ceará (PCCE) por meio da Delegacia Regional do Crato, cidade da Região do Cariri cearense, desativou um laboratório de drogas que funcionava na casa de um homem que avia sido preso por ser principal suspeito da prática de um homicídio no Centro da cidade ocorrido na tarde da última segunda-feira (04).

O acusado, que não tem antecedentes criminais, foi localizado pela Polícia Militar do Ceará (PMCE) instantes depois da confirmação da morte de André França Sobreira, de 31 anos, na tarde da segunda-feira (04). Inicialmente, o homem confessou o crime e alegou que a motivação estava relacionada com uma discussão devido a uma dívida de um suposto empréstimo que a vítima teria ido cobrar do suspeito. Por não aceitar a cobrança, ele teria lesionado André, que ainda chegou a ser socorrido, porém não resistiu aos ferimentos e morreu.

Após prestar depoimento na delegacia, os policiais civis não ficaram convencidos da motivação alegada pelo suspeito. Os investigadores intensificaram as apurações sobre o caso e descobriram que o acusado mantinha um laboratório de drogas no prédio onde funcionava seu estabelecimento comercial e onde o crime foi registrado.

VEJA TAMBÉM

Dono de restaurante mata amigo de infância por causa de dinheiro emprestado, no Cariri cearense

Durante as diligências, a Polícia Civil descobriu ainda que André não tinha ido ao local cobrar ao suspeito. Na verdade, a vítima estava hospedado na casa do irmão do assassino, que fica ao lado onde o crime ocorreu. O andamento das investigações aponta que a dupla possuía envolvimento com o tráfico de drogas.

No prédio, no Centro do Crato, a Polícia Civil apreendeu 600 gramas de maconha dividido em 28 pacotes, uma estufa, balanças de precisão, maquinetas, além de apetrechos para embalagem dos entorpecentes e uma mala com roupas e documentos da vítima. Diante dos fatos, todo o material encontrado foi apreendido e levado para a sede da delegacia regional da cidade.

Confira fotos divulgadas pela Polícia Civil:

O acusado havia passado por audiência de custódia e tinha sido liberado para responder pelo crime de homicídio em liberdade. Agora, foi novamente preso e autuado em flagrante por tráfico de drogas. A PCCE segue em diligências para capturar mais envolvidos na atividade criminosa.

CEARÁ 1

PARAÍBA

VÍDEO: Secretário executivo de Educação explica nova meta de alfabetização e fala em obras em Cajazeiras

COMISSÃO PARLAMENTAR DE INQUÉRITO

VÍDEO: Colunista diz que CPI é necessária para que haja transparência com recursos públicos

CONFUSÃO VIROU NOTÍCIA NA TV

VÍDEO: Cajazeirense que produz conteúdo sensual diz que foi agredida por vizinha de condomínio em SP

MUITA LAMA

VÍDEO: Mulher cobra melhorias em torno do Perpetão e critica vereadores: “Ninguém vê a cara de nenhum”

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!