header top bar

section content

PF cumpre mandados contra fraudes em financiamentos habitacionais e empréstimos junto à Caixa no Ceará

A quarta fase da Operação Gremlins busca provas contra os responsáveis por contratações fraudulentas entre os anos de 2013 e 2016.

Por G1 CE

28/06/2019 às 10h31

A quarta fase da Operação Gremlins busca provas contra os responsáveis por contratações fraudulentas entre os anos de 2013 e 2016.

A Polícia Federal cumpre, nesta sexta-feira (28/6), oito mandados de busca e apreensão numa operação que investiga fraudes em financiamentos habitacionais e empréstimos consignados junto à agência da Caixa Econômica Federal de Pacajus, na Grande Fortaleza.

Trata-se da quarta fase da Operação Gremlins, que tem o objetivo de coletar novas provas da atuação do grupo criminoso responsável pelas contratações fraudulentas entre os anos de 2013 e 2016.

As investigações da PF apontam que o esquema criminoso gerou prejuízo aos cofres públicos em um montante que poderá ultrapassar R$ 50 milhões, conforme dados levantados nas 1ª, 2ª e 3ª fases da operação. A mais recente até então foi realizada no dia 10 de maio deste ano. A primeira fase ocorreu em 2015 e, a segunda, em 2017.

Nesta sexta, os mandados são cumpridos em Fortaleza e em Morada Nova, na região do Vale do Jaguaribe. A 32ª Vara da Justiça Federal em Fortaleza também autorizou o bloqueio de contas e o sequestro de bens móveis e imóveis dos investigados.

Segundo a Polícia Federal, a fraude foi realizada através da criação de aproximadamente 100 Cadastros de Pessoas Físicas (CPF’s) para sujeitos inexistentes, criação de matrículas fictícias de imóveis e falsos servidores da prefeitura de Pacajus.

Os dados falsos eram inseridos nos sistemas de informação da Caixa Econômica Federal para levantar os valores, movimentados nas contas abertas com os CPFs falsos e nas contas de familiares dos envolvidos.

O esquema criminoso, segundo a investigação, gerou mais de R$ 3 milhões em prejuízo somente para a Caixa .

Todos os investigados poderão responder pelos crimes de associação criminosa e fraude na obtenção de financiamento, de acordo com o nível de participação de cada um. A pena ainda poderá ser aumentada em razão do prejuízo causado à CEF.

Entre os indiciados estão funcionários do banco. Eles poderão responder ainda, por causa da função exercida, pelo crime de gestão fraudulenta e corrupção.

O nome da operação é uma alusão ao personagem do filme homônimo da década de 80, que retratava um pequeno bichinho, aparentemente inofensivo, que se multiplicava rapidamente e causava transtornos no meio social.

Fonte: G1 CE - https://g1.globo.com/ce/ceara/noticia/2019/06/28/pf-cumpre-mandados-contra-fraudes-em-financiamentos-habitacionais-e-emprestimos-junto-a-caixa-no-ceara.ghtml

ESCLARECIMENTO ÚTIL

VÍDEO: Advogado explica que Apropriação Indébita pode gerar Improbidade Administrativa

SITUAÇÃO DELICADA

VÍDEO: Sertanejo natural da região de Cajazeiras relata drama em Manaus devido a falta de oxigênio

COVID-19

VÍDEO: Médico ginecologista é o primeiro profissional de saúde a receber vacina em São José de Piranhas

EXPLICAÇÃO

VÍDEO: Neurocientista fala da importância de todos serem imunizados contra a Covid-19

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!