header top bar

section content

Produção de velas cresce 40% em Juazeiro do Norte na véspera do Dia de Finados

Empresas contrataram novos funcionários e aumentaram jornada de trabalho para atender a demanda. Cidade recebe cerca de 400 mil romeiros no período

Por Isaac Macêdo, G1 CE

31/10/2019 às 10h38 • atualizado em 31/10/2019 às 10h41

Produção de velas começou com dois meses de antecedência. — Foto: Isaac Macêdo/TV Verdes Mares

No Dia de Finados, acender vela para homenagear quem já morreu é uma tradição seguida por cristãos de todo o mundo. Em Juazeiro do Norte, no Cariri, esse costume aquece a economia das fábricas de velas.

A produção para o período, que em alguns casos começou com dois meses de antecedência, chegou a ultrapassar a expectativa dos proprietários. A cidade também vive o clima de romaria de finados, com uma estimativa de 400 mil visitantes durante os cinco dias de programação da igreja católica.

VEJA TAMBÉM: 

Papa autoriza primeira beatificação da história do Ceará, jovem é considerada heroína da castidade

Papa pede respeito a indígenas em abertura de Sínodo da Amazônia

“Naturalmente, nós produzimos uma médica de 700 mil velas para serem distribuídas em mais de quarenta cidades de dois estados, o Pernambuco e o Ceará. Mas, por conta do dia de finados e da romaria em Juazeiro do Norte, a produção chegou a um milhão de velas”, conta Vanderlei Firmo, proprietário de um a das fábricas da cidade.

A demanda cresceu além do esperado. “Nós prevíamos um aumento de 30%, mas chegou a 40%”, finalizou.

Vela em formato de Padre Cícero é aposta para atrair atenção de consumidores. — Foto: Isaac Macêdo/TV Verdes Mares

As apostas para que os pedidos crescessem foram a qualidade do produto, feito com parafina pura, e nas inovações. Este ano, a grande novidade é a vela no formado do padre Cícero, fundador de Juazeiro do Norte.

Demanda e oportunidade

Com uma produção além do esperado, as oportunidades de emprego aumentaram na região do Cariri. Novos postos de trabalho foram criados para atender a demanda. “Até o final de agosto, nós tínhamos 11 funcionários aqui na fábrica, mas foi preciso aumentar o nosso quadro. Agora, temos 14 colaboradores”, revelou Helena Neves, que trabalha como auxiliar administrativo da empresa.

Um dos novos contratados foi o Ronaldo. Ele trabalhava apenas como motorista de aplicativo e agora conseguiu aumentar a renda de casa. “Eu já cheguei a trabalhar nesse ramo. Ainda continuo como autônomo, mas não pude desperdiçar essa chance de voltar ao mercado”, disse o embalador.

Ronaldo (à esquerda) aproveitou a chance de trabalho para complementar a renda de casa. — Foto: Isaac Macêdo/TV Verdes Mares

Fonte: Isaac Macêdo, G1 CE - https://g1.globo.com/ce/ceara/noticia/2019/10/31/producao-de-velas-cresce-40percent-em-juazeiro-do-norte-na-vespera-do-dia-de-finados.ghtml

DIREITO

VÍDEO: Advogado explica se pais e mães podem ser proibidos de visitar os filhos durante a pandemia

AVANÇO DO VÍRUS

VÍDEO: Cajazeiras chega a 59 casos de Covid-19, e secretária de Saúde faz alerta para a Zona Sul

PRECATÓRIOS

VÍDEO: Vereadora culpa atual prefeito por acúmulo de dívidas trabalhistas na Prefeitura de Ipaumirim-CE

PREFEITURA RESPONDEU

VÍDEO: Vereadores denunciam que motorista de Cajazeiras teria salário duas vezes maior que dos colegas

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!