header top bar

section content

Após uma semana da morte do pai e polêmica sobre medicamento, morre filho do sanfoneiro Dedim Gouveia

Dedim Gouveia faleceu na última segunda-feira (19). Durante a semana, seu filho, Delano Gouveia, foi internado, e o hospital, que não tinha o medicamento necessário, rejeitou o remédio comprado pela família. Mesmo sendo medicado após doação da Santa casa de Misericórdia, ele faleceu neste domingo (25).

Por Luiz Adriano

26/04/2021 às 09h18 • atualizado em 26/04/2021 às 09h27

Delano Gouveia morreu uma semana após a morte de seu pai, o sanfoneiro Dedim Gouveia. (Foto: arquivo pessoal).

Morreu neste domingo (25) no Hospital Instituto Dr. José Frota (IJF), em Fortaleza-CE, o filho do sanfoneiro Dedim Gouveia, sete dias após o falecimento de seu pai. Delano Gouveia, tinha 37 anos e havia sido internado na unidade durante a semana acometido de Covid-19. Segundo a família, ele teria adquirido uma bactéria após o internamento.

No decorrer da semana houve uma polêmica que repercutiu nas redes sociais, referente a um medicamento que Delano necessitou tomar e não tinha no hospital. A família adquiriu de maneira particular, mas o (IJF) não aceitou administrar o medicamento adquirido pelos familiares.

VEJA TAMBÉM

Forrozeiro Dedim Gouveia, morre aos 61 anos com Covid-19 em Fortaleza; veja último post do artista

No sábado (24) a irmã de Delano junto com seu esposo, informaram que a Santa Casa de Misericórdia de Fortaleza teria feito uma doação do medicamento que se trata do antibiótico polimixina.

Mesmo com todos os cuidados da família e da equipe médica, o filho do forrozeiro não resistiu e veio a óbito neste domingo (25), uma semana após seu pai ter falecido. A causa da morte ainda não foi divulgada.

Morte do Sanfoneiro Dedim Gouveira

O sanfoneiro Dedim Gouveia morreu na última segunda-feira (19), aos 61 anos, após ser infectado pelo novo coronavírus.

Gouveia estava internado em um leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Dr. Carlos Alberto Studart Gomes, no Bairro Messejana, desde o último dia 11 de abril.

CEARÁ 1

DEDICAÇÃO

VÍDEO: Vereador homenageia professora de Umari uma dos autores de material didático do estado do Ceará

SINCERA

VÍDEO: Vereadora de Ipaumirim se arrepende de ter votado em Lei sobre Organizações Sociais

VENCEU O VÍRUS

VÍDEO: Pai de Gefferson Moura recebe alta hospitalar, após 45 dias de internação devido a Covid-19

DESUMANO

VÍDEO: Advogada questiona decisão que sentenciou casal de idosos para deixar residência em Patos

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!