header top bar

section content

Chacina da Messejana: 31, dos 44 policiais acusados, vão a júri popular, define Justiça

Em sessão realizada nesta quarta-feira na 3ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Ceará definiu-se ainda que outros três policiais envolvidos serão julgados na Justiça Militar

Por Diário do Nordeste

01/11/2019 às 09h32

A decisão foi definida nesta quarta-feira (30), em sessão na 3ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Ceará

Dos 44 policiais militares acusados de envolvimento na chamada “Chacina da Grande Messejana”, 31 serão submetidos a júri popular, enquanto outros três vão ser julgados na Justiça Militar. A decisão foi definida nesta quarta-feira (30), em sessão na 3ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Ceará. Além disso, nenhum dos PMs será conduzido a prisão preventiva, permanecendo, portanto, os 44 policiais soltos.

A “Chacina da Messejana” deixou 11 pessoas mortas, além de seis feridas, em quatro bairros da capital, durante a madrugada do dia 12 de novembro de 2015.

VEJA TAMBÉM: Com 57 mortos, chacina em prisão do Pará é a maior desde o Carandiru; vídeos dos mortos circulam na web

A sessão foi conduzida pela desembargadora Marlúcia de Araújo Bezerra, relatora dos processos, e contou também com a participação dos desembargadores José Tarcísio Souza da Silva e Francisco Lincoln Araújo e Silva.

O julgamento desta quarta-feira foi separado em três processos, para análise de recursos feitos pelas defesas dos policiais. Os policiais são acusados de homicídio duplamente qualificado e tentativa de torturas físicas e psicológicas.

Fonte: Diário do Nordeste - https://diariodonordeste.verdesmares.com.br/editorias/seguranca/online/chacina-da-messejana-31-dos-44-policiais-acusados-vao-a-juri-popular-define-justica-1.2168357

DIREITO

VÍDEO: Advogado explica se pais e mães podem ser proibidos de visitar os filhos durante a pandemia

AVANÇO DO VÍRUS

VÍDEO: Cajazeiras chega a 59 casos de Covid-19, e secretária de Saúde faz alerta para a Zona Sul

PRECATÓRIOS

VÍDEO: Vereadora culpa atual prefeito por acúmulo de dívidas trabalhistas na Prefeitura de Ipaumirim-CE

PREFEITURA RESPONDEU

VÍDEO: Vereadores denunciam que motorista de Cajazeiras teria salário duas vezes maior que dos colegas

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!