header top bar

section content

Empresário canadense é encontrado morto, amarrado e amordaçado dentro de sítio no Ceará

Estrangeiro era proprietário de um empreendimento comercial no Centro do Eusébio e de imóveis. Uma das linhas de investigação da polícia é o latrocínio.

Por G1CE

13/12/2019 às 09h18

Sítio do empresário está localizado no distrito de Olho D'água no Eusébio. (Foto: Marcella Lima/Sistema Verdes Mares)

Um empresário canadense de 85 anos foi encontrado morto, amarrado e amordaçado, na tarde desta quarta-feira (11), dentro do sítio de sua propriedade em Eusébio, na Região Metropolitana de Fortaleza.

A Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) informou, por meio de nota, que a Delegacia Metropolitana de Eusébio investiga o caso. Um inquérito policial foi instaurado para apurar as circunstâncias do crime e identificar o autor.

De acordo com o titular da Delegacia Metropolitana de Eusébio, Everardo Lima, o canadense Walter Max Voigtlander foi achado amarrado e amordaçado. “Ele estava amarrado, deitado de forma ventral, as mãos em volta de um pilar, os pés também amarrados, com a boca tapada e com venda nos olhos”, disse.

Segundo o delegado, pelo fato de o corpo já está em decomposição não foi possível detectar se ele foi baleado ou agredido antes de ser morto. “Em razão do prazo da morte, a gente supõe entre quatro, cinco ou seis dias, até a causa da morte ficou inviável naquele momento de detectar. Só a perícia com exames cadavéricos vai determinar”.

Latrocínio
A polícia apurou que a vítima morava sozinho no sítio. O canadense falava muito pouco português e possuía um estabelecimento comercial no Centro de Eusébio, além de alguns imóveis na região.

“O que a gente detectou é que ele era um estrangeiro de 85 anos de idade, dupla nacionalidade, no caso, alemã e canadense. Morava só, no distrito de Olho D’água, há cerca de oito anos. Falava pouquíssimo português e comunicava-se com poucas pessoas. Era empresário e tem um empreendimento no Centro do Eusébio e unidade de imóveis”.

Uma das linhas de investigação da polícia é o latrocínio. O delegado acredita, de forma preliminar, que os suspeitos invadiram a propriedade da vítima para roubar.

“Houve a invasão da casa, da propriedade, que era vulnerável e a gente imagina que quem fez isso a invasão entrou ali para roubar. Ele chegou em casa de repente, foi surpreendido pela pessoa ou pelas pessoas e, preliminarmente, a gente vai trabalhar nesta linha primeiro que houve um latrocínio. Mexeram em tudo, tudo revirado e por enquanto percebe-se que levaram um aparelho de televisão”.

Denúncia
A população pode contribuir com as investigações repassando informações que possam auxiliar os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas pelo número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), para o ‪‪(85) (85) 3101-2046, da Delegacia Metropolitana de Eusébio. O sigilo e o anonimato são garantidos.

Fonte: G1CE - https://g1.globo.com/ce/ceara/noticia/2019/12/12/empresario-canadense-e-encontrado-morto-amarrado-e-amordacado-dentro-de-sitio-no-ceara.ghtml

Recomendado para você pelo google

EM CAJAZEIRAS

VÍDEO: Colégio Nossa Senhora do Carmo inicia ano letivo com várias novidades e tecnologia na segurança

QUADRO DE SAÚDE ESTÁVEL

VÍDEO: Deputado Jeová Campos recebe alta da UTI em Sousa e deverá ser transferido para João Pessoa

DEVOÇÃO

Pela cura da filha, homem paga promessa de ir de Patos até a estátua de Padre Cícero no Juazeiro a pé

OPOSIÇÃO

VÍDEO: Presidente da Rede diz que sustentabilidade do governo de Bolsonaro é o mais atrasado da história