header top bar

section content

Raio caí, atinge e mata jovem caminhoneiro que trabalhava durante a chuva no Ceará

As outras vítimas também foram levadas para o hospital para receberem atendimento médico

Por Campelo Sousa

10/01/2020 às 09h15 • atualizado em 10/01/2020 às 09h19

A intensidade típica de um raio é de 30 mil Ampères, cerca de mil vezes a intensidade de um chuveiro elétrico (Foto: Diário do Sertão)

Um raio acabou matando um caminhoneiro nesta quinta-feira (09) na zona rural de Jaguaruana, no interior do Ceará.

+ Raio atinge residência, danifica estrutura e causa pânico nos moradores na cidade de Sousa

Segundo informações da Polícia Civil, o homem de 37 anos estava descarregando um carga de seu caminhão durante a chuva, quando acabou atingido pelo raio. O seu ajudante e mais 2 pessoas também acabaram atingidas com a descarga elétrica.

O jovem era natural de São Paulo e estava trabalhando quando acabou sendo atingido pelo raio. Ele foi socorrido para o Hospital da cidade, mas acabou não resistindo e vindo a óbito.

As outras vítimas também foram levadas para o hospital para receberem atendimento médico. O estado de saúde deles ainda não foi divulgado.

O delegado responsável pelo caso é o Dr Alisson Nunes, da Delegacia Municipal de Polícia Civil de Jaguaruana.

OS PERIGOS DOS RAIOS

Os raios são uma descarga elétrica que ocorre entre as nuvens e o solo (ou entre uma nuvem e outra), em decorrência da polarização das primeiras, por conta de uma tempestade, por exemplo. A intensidade típica de um raio é de 30 mil Ampères, cerca de mil vezes a intensidade de um chuveiro elétrico. A descarga percorre distâncias da ordem de 5 km.

Em 2016, o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais divulgou um estudo sobre a incidência de raios no Brasil. O número de mortes diminuiu nos últimos anos, mas o de vítimas atingidas dentro de casa cresceu.

COMO EVITAR SER ATINGIDO

1 – Encontre um abrigo imediatamente.
2 – Fique longe das janelas. Mantenha as janelas fechadas e tente ficar dentro de salas internas do ambiente. Janelas fornecem um caminho direto para o relâmpago viajar.
3 – Não toque em nada de metal ou elétrico. Usar um telefone fixo é a principal causa de lesões relacionadas com raios nos EUA. Os raios podem viajar para dentro da casa através de qualquer material que conduza eletricidade. Isso inclui telefones fixos, a fiação elétrica e o encanamento.
4 – Fique dentro de casa. Fique dentro do ambiente por pelo menos 30 minutos após o último raio. Não saia se a chuva começar a diminuir. Ainda há um risco significativo de quedas de raios em uma tempestade que parece estar mais fraca.

CEARÁ 1

Recomendado para você pelo google

EM CAJAZEIRAS

VÍDEO: Colégio Nossa Senhora do Carmo inicia ano letivo com várias novidades e tecnologia na segurança

QUADRO DE SAÚDE ESTÁVEL

VÍDEO: Deputado Jeová Campos recebe alta da UTI em Sousa e deverá ser transferido para João Pessoa

DEVOÇÃO

Pela cura da filha, homem paga promessa de ir de Patos até a estátua de Padre Cícero no Juazeiro a pé

OPOSIÇÃO

VÍDEO: Presidente da Rede diz que sustentabilidade do governo de Bolsonaro é o mais atrasado da história