header top bar

section content

Organização criminosa é desarticulada e acadêmica de Direito presa suspeita de integrar grupo no Ceará

A ação, desenvolvida pelo Núcleo de Combate ao Tráfico de Drogas (NCTD) de Sobral, cumpriu 27 mandados de prisão e busca e apreensão contra suspeitos de integrarem uma organização criminosa

Por Ascom -PCCE

19/09/2019 às 16h33

Treze pessoas foram capturadas, sendo oito mulheres e cinco homens. Foto: Divulgação

A Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) desarticulou uma organização criminosa em Sobral, após deflagrar, na manhã desta quinta-feira (19), uma operação no município, pertencente à Área Integrada de Segurança 14 (AIS 14) do Ceará. A ação, desenvolvida pelo Núcleo de Combate ao Tráfico de Drogas (NCTD) de Sobral, cumpriu 27 mandados de prisão e busca e apreensão contra suspeitos de integrarem uma organização criminosa, envolvida em crimes como tráfico de drogas, homicídios, porte e posse ilegal de arma de fogo, receptação. Treze pessoas foram capturadas, sendo oito mulheres e cinco homens. Entre os presos, está uma acadêmica de Direito, que estagiou no Fórum da cidade e seria responsável por captar e repassar informações sigilosas do Sistema de Segurança e do Poder Judiciário para os criminosos. A ação é resultado de uma investigação desenvolvida há cerca de cinco meses.

VEJA TAMBÉM: 

Integrantes de facção criminosa no Ceará pretendiam ações em represália à transferência de Marcola

Esquema internacional de agiotagem no Cariri cearense é desarticulado pela Polícia Civil

Conforme o delegado Ricardo Magalhães, titular do NCTD de Sobral, o principal alvo da operação trata-se de uma acadêmica de Direito que estagiou, no início de 2019, no Fórum de Sobral. Ela é suspeita de tráfico de drogas e de repassar informações sigilosas para os criminosos. O delegado explicou ainda que a mulher fotografava os policiais e enviava as fotos deles para o namorado, um traficante na região. “A estudante se aproveitava do acesso que tinha aos procedimentos, devido a função que exercia como estagiária, e repassava informações aos criminosos”, revelou Ricardo.

Foto: Mateus Ferreira/TV Verdes Mares

A maioria dos membros detidos na operação já respondem por tráfico de drogas, crime contra a incolumidade pública, posse e porte ilegal de arma de fogo. A Polícia Civil cumpriu ainda outros mandados de prisão em desfavor de três suspeitos na Penitenciária Industrial Regional de Sobral.

Contra todos eles, foram cumpridos mandados de prisão preventiva solicitados pela PCCE junto ao Poder Judiciário de Sobral. Ainda durante a ação policial, diversos aparelhos celulares foram apreendidos. As investigações seguem no sentido de identificar e capturar outros envolvidos na organização criminosa.

Foto: Polícia Civil / Divulgação

A ofensiva, coordenada pelo Departamento de Polícia do Interior Norte (DPI Norte), foi realizada por mais de 100 policiais civis – das Delegacias Regionais de Acaraú, Itapipoca, Sobral e Tianguá, Delegacias Municipais de Bela Cruz, Coreaú, Cruz, Guaraciaba do Norte, Itapajé, Ipu, Itarema, Jijoca, Massapê, Pacujá, Santa Quitéria, Santana do Acaraú, São Benedito, Sobral, Ubajara, Varjota, Viçosa do Ceará e do DPI Norte – em 23 viaturas.

Por Ascom – PCCE

Recomendado para você pelo google

AGRESSÃO AO MEIO AMBIENTE

VÍDEO: Após lutar contra fogo em serra, padre faz alerta sobre queimadas ‘criminosas’ em Cajazeiras

COMBATE AO CÂNCER DE MAMA

VÍDEO: Prefeitura de Cajazeiras abre campanha Outubro Rosa com entrega de mamógrafo para a população

ECONOMIA

VÍDEO: Mensagem Empresarial recebe empresário José Kennedy e debate sobre o setor calçadista no Brasil

JUSTIÇA

VÍDEO: Xeque Mate promove debate entre promotor e advogado sobre nova lei de abuso de autoridade