header top bar

section content

Professor cearense que teve infância difícil como agricultor, fala sobre o poder da educação

Antônio afirma que só a educação transforma a vida dos jovens e que todos podem alcançar os seus sonhos, assim como ele

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

27/09/2019 às 10h25

Professor Antonio Barbosa é destaque na educação cearense. (Foto: Facebook)

O professor Antônio Barbosa, que ficou famoso ao se destacar como responsável der uma das 50 melhores turmas escolares do Brasil, conforme avaliação do Índices de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) em 2017, falou sobre o poder que a educação têm.

VEJA TAMBÉM!

+ VÍDEO: Jovem que teve infância difícil como agricultor é exemplo de professor dedicado no Ceará

+ Agricultor que virou professor foi aprovado em 3 concursos públicos e se tornou inspiração para alunos

Apesar da infância difícil, onde ele foi agricultor para ajudar seus pais em uma lavoura da zona rural de Quixeramobim, no Sertão do Ceará, Antônio venceu na vida através da educação. Ele possui duas graduações, três pós-graduações e foi eleito professor-inspiração em sua cidade no ano de 2016. Além disso, o jovem já foi aprovado em três concursos públicos.

Antônio afirma que só a educação transforma a vida dos jovens e que todos podem alcançar os seus sonhos, assim como ele:

“A educação sempre transformou a vida de milhares de jovens, todavia nos dia atuais ele ganha força, pois é através dela que os mais pobres conseguem alçar seus objetivos e sonhos e com isso ganhar um espaço mais respeitoso e digno na sociedade. É um direito fundamental que ajuda não só no desenvolvimento de um país, mas também de cada indivíduo, sua importância vai muito além do que os próprios números já demonstram, ela transforma um ser que consequentemente mudará uma sociedade pois ela tem um impacto direto em todas as áreas de nossa vida, em todas as classes sociais de todas as partes do mundo”, disse o professor.

Professor Antonio Barbosa ensina nos três turnos. (Foto: Facebook)

Para Antônio, a educação precisa ser prioridade, e que o ENEM está mais uma vez chegando, e é a forma de todos conquistarem o seu espaço: “A educação precisa ser prioridade, em um país com tantas desigualdades. Precisamos ser forte em um mundo moderno onde nos obriga estudar diariamente, para nos capacitar e claro nos preparar para um mercado que nos cobra por inovações a todo momento.

A escola é a porta de entrada do futuro de milhares de crianças e jovens desse país, é o lugar mais democrático onde os saberes se multiplicam e se compartilha contribuindo com todo, com isso precisa ser valorizado por todos,
pois ambos precisam andar de mãos dadas: escola, alunos, família, para assim formar pessoas mais humanas e respeitosas com as diferenças e os insucessos que muitas vezes a vida nos coloca.

Está chegando o grande momento: O Enem; É a maior oportunidade de entrar no ensino superior de forma justa e igualitária, onde os saberes do ensino médio serão avaliados.

Portanto, é hora de nos ajudar em prol de algo maior, construindo um ambiente cooperativo juntamente com a escola e alunos, promovendo o desenvolvimento emocional e senso de responsabilidade social, romper com uma cultura de individualismo e competição para que o aprendizado seja uma cultura baseada no diálogo e na cooperação, onde a meta passa a ser a aprendizagem de todos. Assim sendo, a cooperação contribuirá para a formação global do estudante, investindo nos pilares fundamentais da educação: aprender a conhecer, a fazer, a ser e a conviver, essenciais para o sucesso no mundo atual.”, garantiu ele.

CEARÁ 1

Recomendado para você pelo google

AGRESSÃO AO MEIO AMBIENTE

VÍDEO: Após lutar contra fogo em serra, padre faz alerta sobre queimadas ‘criminosas’ em Cajazeiras

COMBATE AO CÂNCER DE MAMA

VÍDEO: Prefeitura de Cajazeiras abre campanha Outubro Rosa com entrega de mamógrafo para a população

ECONOMIA

VÍDEO: Mensagem Empresarial recebe empresário José Kennedy e debate sobre o setor calçadista no Brasil

JUSTIÇA

VÍDEO: Xeque Mate promove debate entre promotor e advogado sobre nova lei de abuso de autoridade