header top bar

section content

Operadoras ficam fora do ar nas regiões de Cajazeiras, Sousa e Patos e causam ‘apagão’ de comunicação

De acordo com comunicado emitido aos colaboradores nas cidades do sertão paraibano, a Claro disse que o rompimento de uma fibra ótica da operadora TIM no trecho entre Patos e Campina Grande na Paraíba, causou danos aos serviços da Claro, deixando as duas fora do ar

Por José Dias Neto

07/07/2021 às 19h02

Celular sem sinal. Foto: Reprodução da internet

As operadoras de telefonia móvel TIM e Claro voltaram a apresentar falha no sinal, nesta quarta-feira (07), em diversas cidades do Sertão da Paraíba, após cabos de fibra ótica se romperem na região de Patos, afetando diversas regiões do interior do Nordeste.

O ‘apagão’ de comunicação foi confirmado ao Diário do Sertão pela engenharia da companhia Claro, por volta das 17h desta quarta.

VEJA MAIS: Pesquisa revela aumento do consumo de notícias durante pandemia

De acordo com comunicado emitido aos colaboradores nas cidades do Sertão paraibano, a Claro disse que o rompimento de uma fibra ótica da operadora TIM no trecho entre Patos e Campina Grande causou danos aos serviços da Claro, fazendo com que a operadora também ficasse fora do ar, prejudicando seus clientes.

Segundo a Claro, o rompimento da fibra da TIM isolou a comunicação nas regiões de Campina Grande, Patos, Sousa e Cajazeiras, na Paraíba, além de Iguatu, no Ceará. As reclamações do ‘apagão’ iniciaram nas redes sociais por volta das 15h.

Brasileiros vivem mais tempo nos app de celulares

AS RECOMENDAÇÕES

Ao Diário do Sertão, a companhia Claro garantiu que os serviços foram reestabelecidos por volta das 18h24. A empresa recomendou que os clientes reiniciassem seus aparelhos para reativação do sinal telefônico para chamadas.

A RECLAMAÇÃO

No site downdetector, que recebe diariamente notificações de problemas relacionados à telefonia, as instabilidades nas operadoras foram registradas nas regiões de Patos e Cajazeiras no sertão da Paraíba.

DIÁRIO DO SERTÃO

ESTAVA FECHADO

VÍDEO: Após morte de cavalo, defensora de animais aciona a Justiça e desabafa contra hospital do IFPB

PRIMEIRO PASSO

VÍDEO: Deputada e vereadora se unem por universidade no Vale do Piancó e ganham doação de terreno

MAIS UM CASO

VÍDEO: Suposta candidatura laranja de mulher ameaça eleições de São José de Piranhas, segundo advogado

OPINIÃO

VÍDEO: Professor de Direito diz que CPI tem material suficiente para derrubar Bolsonaro; “tem que cair”

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!