header top bar

section content

Formas de pagamento são diferenciais para clientes do e-commerce

Pandemia de Covid-19 acentuou o que já era tendência, o crescimento do e-commerce. Para se aproveitar da onda, empresas devem redobrar a atenção sobre formas de pagamento.

Por Emarket

19/10/2020 às 09h01

Os cartões de crédito são uma das principais formas de pagamento em cassinos online, bem como nas lojas virtuais

Há alguns anos, o uso da internet pelo consumidor brasileiro é uma tendência crescente. Por mais que ele eventualmente feche a compra em um estabelecimento físico, é praticamente certo que isso só acontecerá após uma extensa pesquisa online sobre o produto ou serviço em questão. Dados da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) apontam que esse é o hábito de 97% dos consumidores que fazem aquisições em lojas físicas.

Com a pandemia do novo coronavirus  e a consequente necessidade de se fazer isolamento social, a internet passou a ter um papel ainda mais decisivo no consumo das famílias. A comodidade de comprar de casa, aliada à segurança de se ter menos contato com terceiros, trouxe um crescimento exponencial ao setor: apenas em abril, ele foi de 81%.

Apesar disso, vale ressaltar que, por mais que as oportunidades sejam maiores, a concorrência também é: cada vez mais empresas têm optado por realizar suas vendas online. Por conta disso, é preciso se diferenciar.

Formas de pagamento são diferenciais para negócios online

Quando se trata de diferenciar um e-commerce perante a concorrência, fatores como mix de produtos, interface da página e atendimento ao cliente costumam vir à mente dos empreendedores. Eles, entretanto, nem sempre levam as formas de pagamento em consideração, mas elas também são fundamentais para conquistar e fidelizar o cliente.

Cabe ressaltar que isso também se aplica aos sites de serviços. Para saber se um site de cassino é confiável, por exemplo, é possível verificar quais são as formas de pagamento aceitas pela página, bem como se há histórico de problemas de privacidade envolvendo os dados dos usuários.

Quanto mais, melhor

Depósito, cartão de crédito e boleto. Essas são algumas das formas de pagamento usadas por sites de e-commerce. Entre os fatores levados em conta pelas empresas para optar por oferecer um ou outro, estão as taxas pagas; as chances de fraudes e o tempo decorrido entre a realização do pagamento e o seu recebimento pela loja.

De acordo com especialistas em experiência do cliente, quando se trata de modos de pagamento, a máxima “quanto mais, melhor” é válida. Em outras palavras, quanto mais opções o comprador tiver, mais à vontade ele se sentirá para fechar a compra.

Boletos dão acesso a um mercado mais amplo

Por mais que cada vez mais brasileiros tenham acesso ao sistema bancário, o país ainda tem um grande contingente de 45 milhões de desbancarizados.

Nesse contexto, aceitar pagamentos por meio de boleto bancário é uma oportunidade para chegar a um público maior. Todavia, também é preciso considerar que os bancos levam alguns dias para compensar o valor e também que, normalmente, os bancos cobram tarifas para emissão do boleto.

Cartões de crédito permitem um ticket médio maior

Os cartões de crédito são uma das principais formas de pagamento em cassinos online, bem como nas lojas virtuais. Isso pois, por mais que as operadoras levem um tempo relativamente longo para repassar os valores ao estabelecimento, há mais flexibilidade para o cliente, que pode pagar posteriormente e em parcelas. Consequentemente, ao aceitar cartões de crédito, a tendência é que a loja feche compras em valores maiores.

Carteiras virtuais dão mais segurança ao cliente

Pese a praticidade dos cartões de crédito e sua popularização, ainda há quem não se sinta seguro em proporcionar dados sigilosos ao fazer compras em sites. Para esses clientes, há a opção das carteiras virtuais, como o PayPal e o PagSeguro, entre outras plataformas que permitem a realização de pagamentos sem o armazenamento de dados sensíveis dentro do site.

Depósitos bancários permitem receber o valor no ato da venda

Por fim, existe a possibilidade de o cliente depositar o valor de sua compra diretamente na conta do estabelecimento. Ao contrário de modalidades como a carteira virtual e o cartão de crédito, não há o pagamento de taxas – salvo para depósitos entre bancos, casos nos quais o próprio comprador cobre o encargo. Por esses motivos, é possível dar um desconto a quem optar por essa modalidade, incentivando-os a fazer um pagamento direto.

Independentemente do modo escolhido, segurança é fundamental

 Ainda que o oferecimento de diversas formas de pagamento seja um diferencial importante para os clientes de um e-commerce, há, ainda, outro fator fundamental: a segurança. É fundamental que o ambiente onde o comprador inserirá os seus dados seja projetado de modo a evitar vazamentos, e, ainda, que a transmissão de informações seja criptografada.

Felizmente, existem várias ferramentas com essa função. A principal delas é o certificado SSL, que codifica dos dados durante a transmissão, de modo que, caso terceiros tenham acesso a eles, serão inutilizáveis.

VALORIZAÇÃO

VÍDEO: Prefeito de Monte Horebe é o único a pagar 14º salário para professores, no Sertão paraibano

ORGULHO NORDESTINO

VÍDEO: Compositor que teve infância na Paraíba e é destaque nacional, fala sobre trajetória na música

SOLIDARIEDADE

VÍDEO: TV Diário do Sertão faz campanha para família cajazeirense alcançar o sonho da casa própria

TRÁFICO NA UFPB

VÍDEO: “Vamos separar estudantes de traficantes” diz deputado sobre Operação Residence na UFPB

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!