header top bar

section content

Na Paraíba, cadela que esperava por dono com câncer na porta de hospital morre vítima da mesma doença

A cadela chegou a ser submetida a várias sessões de quimioterapia, mas a doença já tinha se espalhado por diversos órgãos

Por Tanammy Freire

25/01/2020 às 17h36 • atualizado em 25/01/2020 às 17h53

A cadelinha Vivi durante o tratamento

Uma cadela que passou dias na porta do Hospital Napoleão Laureano,em João pessoa, à espera de seu dono que foi acometido por um câncer e veio a óbito, morreu neste sábado (25).

A fiel cadelinha Vivi continuou na espera de seu dono por vários dias após sua morte, porém uma mulher que fazia trabalhos voluntários no hospital resolveu adotá-la.

Logo após ser adotada, a cadela foi diagnosticada com câncer e chegou a ser submetida a várias sessões de quimioterapia, mas a doença já tinha se espalhado por diversos órgãos e o estado já era avançado.

VEJA TAMBÉM 

Jovem de Campina Grande descobre câncer aos 16 anos e família decide raspar o cabelo para apoiá-la

A voluntária Lurdinha Silva, que adotou a cadelinha, a conheceu quando seu dono ainda estava internado e resolveu cuidar dela. A nova dona de Vivi diz ter feito o possível para salva-la.  “Tudo foi feito para salvá-la, mas o câncer é cruel. Me abalou ela morrer sem nenhum grito ou demonstração da doença”, lamentou.

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

PRECAUÇÃO

VÍDEO: Xeque Mate recebe profissionais da saúde e segurança e fala dos cuidados durante o carnaval

CRIANÇA MORREU DE MENINGITE

VÍDEO: Médica explica por que Ana Caroline não foi transferida, e afirma que não há motivo para pânico

CASO GRAVE

Criança de 8 anos morre vítima de meningite no Hospital Universitário Júlio Bandeira, em Cajazeiras

CONCESSIONÁRIA

VÍDEO: Brazauto de Cajazeiras anuncia promoção de Carnaval para os carros mais populares da Toyota